Coisas que você lembra depois de um fim de relacionamento.

“O mundo é uma skol.” Interessante pensar que depois que ouvi essa frase o sentido de o mundo dá voltas ficou muito mais engraçado. Tenho pensando em muitas coisas ultimamente, acho que é o clima de dezembro, influenciado pelo sentimento universal de amor, gratidão, good vibes que permeiam esse mês. Mas porque isso não poderia se estender para todos os meses do ano?

É hilário como as pessoas sempre ficam mais alegres,saudosistas no fim das coisas. Por exemplo quando vc tá no fim do semestre/graduação geralmente rola aquele discurso de gratidão, aquela coisa de dever cumprido. Não importa se vc passou cinco anos amaldiçoando os professores e rezando pra aquilo acabar logo, no fim parece que tudo foi válido.

Isso também vale para os relacionamentos, é divertido entender as coisas que você geralmente pensa só depois do fim de um relacionamento.

1. Que ficar sozinho é uma ótima forma de se entender melhor.

Eu sempre tive pavor de ficar só, de andar só. Estar solteira para mim era algo inconcebível, tanto que preferi ficar atrelada a um mau relacionamento do que ir em busca daquilo que eu gostava. Até o dia que forçadamente eu me vi só, sem um pé de gente do meu lado, sem ninguém pra conversar, compartilhar, nada. Foi ai que eu descobri minha melhor companhia, o quão pode ser interessante curtir seus pensamentos, curti a si mesma.

2. Mas ainda assim é preciso aprender a conviver com momentos de solidão.

Ainda assim alguns momentos são ruins, claro que eu queria ter alguém pra contar meu dia, minhas piadas, minhas histórias mirabolantes. Um dia acontecerá de novo, da forma mais normal, calma possível. No tempo ideal!

3. Que não há problema em ficar triste de vez em quando.

Eu também tive muitos problemas pra aceitar a tristeza, a minha tristeza, as dores que eu sentia e carreguei por toda a vida.Deus eu demorei tanto pra entender que esses sentimentos eram tão normais!! Ironicamente quando entendi isso eu parei de me sentir tão profundamente triste. O mais importante é saber que passa, sempre passa TUDO É PASSAGEIRO menos o motorista e o trocador.

4. Que relacionamentos não são feitos só de coisas boas ou ruins, mas que a gente se esquece disso no caminho.

Enfatizar todas as coisas ruins que aconteceram na minha vida também era recorrente, ver sempre o lado negativo. Eu sempre me achei otimista, mas acho que nunca fui. Sempre reclamei das coisas, mas poucas vezes tive atitude de mudar para aquilo que eu acreditava. Meu relacionamento teve muitos baixos, muitas mágoas, coisas que deixaram profundas cicatrizes, mas ao mesmo tempo eu vivi tanta coisa boa. Eu tive a oportunidade de conhecer tantas pessoas maravilhosas, tenho dois afilhados lindos que eu AMO muito. Ri, me diverti o quanto pude e quando não pude mais eu parti.

5. Que seus amigos realmente são tudo, mesmo se você deixou eles um pouco de lado no relacionamento.

Ai entendi o real sentido da palavra amizade, do amor que sinto por uma amiga em especial que diz exatamente o necessário, o importante pra mim. E todas as outras amizades que conquistei e que sou igualmente grata por todos eles.

O quanto é importante você cultivar boas amizades, que te edifiquem, que te mostrem os caminhos, não te digam o que você QUER ouvir, mas o que você PRECISA. Amigos vão estar do seu lado independente da distância, quem te ama e se importa contigo de verdade vai ficar contigo.

6. Que términos são uma forma de aprender com seus erros e a melhorar como pessoa.

Essa talvez seja a maior lição de todas. Como eu mudei depois de tudo, amadureci, cresci, abri meus horizontes. Os detalhes, as pequenas coisas tem tanto mais valor hoje. Dizer sim, aceitar o novo, o desconhecido tem sido estimulante nessa jornada. Lidar com as negações, tentar de novo, surpreender, reinventar a vida.

….

Pensar no fim é reviver o começo! E que bom que teve meio e começo. O quanto de amor transborda em mim por você, sempre serei grata a você que esteve comigo sempre. Te amo!

Adaptado: https://www.buzzfeed.com/florapaul/coisas-de-um-fim-de-relacionamento?utm_term=.drqreQRJE1#.mhP5x6Nlgz

 

 

Anúncios

Sobre annateixxeira

Alter ego de uma recém-casada [riscar] , [riscar] empregada e futura formanda. Criei um blog para contar minhas histórias de estudante, casada e futura formanda, agora escrevo minhas histórias de separada e graduada.
Nota | Esta entrada foi publicada em Separação. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s