Cearensidade

Este slideshow necessita de JavaScript.

Siará Grande

Eu sô é siarense
Do Siará.
E dessa terrinha
Eu num tenho vergônia de falá.
Do litoral ao Araripe,
Da Ibiapaba ao Apodi.
De todo esse mundão que nóis vê,
O mió tá é aqui.
O povo é de caba bom
E de muié bunita.
Se tu num acridita,
Vem pra cá fazê uma visita.
O povo também é mangadô,
Adora aplicá uma vaia.
Quando vê que a coisa é mundiça,
Ieeei é o lema da nossa laia.
Siará terra da luz e do sol,
Siará terra do humor e do forrózim.
Uma ruma de gente importanti
Já saiu desse pedaçim.
Rachel de Queiroz pra iscrita,
Luiza Tomé pra televisão.
Raimundo Fagner pra música,
Padim Ciço pra riligião.
Nóis já tevi inté prisidente.
É, nóis já tivemos lá.
Certo que num foi nos tempu contenti,
Mas também num pricisa avacalhá.
Num posso esquecer de Patativa
Que encantó o mundo cum seu cordel.
Fazeno a poesia linda do sertão,
Que é imprimida e passada pru papel.
O povo diz que siarense
Tem em todo lugá.
Se tu quer vê um bucado tudo junto,
Arriégua macho, corre aqui pru Siará.
(Janderson Felipe)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s